Tenho diabetes. Posso fazer implante dentário?

Implantodontia

Cuidados da diabetes

Tenho diabetes. Posso fazer implante dentário?

Medidor de glicose

Medidor de glicose

Neste artigo procuramos explicar e esclarecer suas dúvidas sobre a relação e os cuidados que o paciente diabético deve ter ao iniciar um tratamento com implantes dentário. Com o aumento dos tratamentos de reabilitação oral com implantes dentários, algumas dúvidas surgem e uma delas é se o paciente diabético pode realizar este tipo tratamento ou teria alguma restrição.

Importância do planejamento

Planejamento do tratamento com a dentista

Planejamento do tratamento com a dentista

No planejamento para a cirurgia de implantes é importante uma análise prévia da condição de saúde do paciente, pesquisando o histórico médico para doenças existentes.

Nesta avaliação é pesquisado questões como doenças cardíaca, vasculares, renal, hepática e uso de medicações e em especial diabetes mellitus. O cirurgião-dentista poderá solicitar exames de sangue para avaliar a glicemia do paciente antes de realizar a cirurgia, estando controlada a cirurgia para instalação de implantes pode ser realizada, caso contrário, deve ser adiada até que a glicemia esteja em níveis normais.

O que é Diabetes Mellitus?

O Diabetes Mellitus é uma síndrome que está associada com a insuficiência total ou parcial de insulina, na ação ou secreção deste hormônio importante para o metabolismo da glicose. Tendo ação sobre diversos locais no organismo, como vasos sanguíneos, leucócitos, e ossos.

Para efeitos médicos, distinguimos dois tipos de diabetes:

  • Diabetes Mellitus insulino-dependente, chamada de tipo I, atinge normalmente pacientes jovens que passam a necessitar de injeções diárias de insulina para regular.
  • Diabetes Mellitus não-insulino-dependente, chamada de tipo II, forma mais comum em pacientes de meia-idade ou idosos e pode ser controlada com medicações e dietas.

Como referência normal consideramos que a taxa de glicemia sanguínea deve ser entre 70 a 110 mg/dl. Acima de 120 mg/dl é considerada alta, merecendo atenção.

Implicações do diabetes na saúde geral e bucal.

Alimentação saudável ajudando no controle do diabetes

Alimentação saudável ajudando no controle do diabetes

Com o envelhecimento da população, o números de pacientes que apresentam diabetes aumentou e nós, dentistas, devemos ficar atentos que o paciente diabético requer cuidados especiais durante o tratamento dentário.

Em pacientes diabéticos não controlados a resposta inflamatória está comprometida, de modo que a cicatrização de um processo infeccioso pode se propagar com mais facilidade levando a necrose local. Sendo uma doença crônica, a longo prazo pode levar a cegueira, deficiência renal, aterosclerose, angina, lesão dos nervos.

É, por isso, importante que o paciente tenha um bom controle da glicemia, seja antes, durante ou após qualquer procedimento cirúrgico.

O paciente diabético não controlado apresenta uma maior tendência a apresentar doença periodontal.

Implante dentário e diabetes

Existe uma relação direta em pacientes diabéticos e o comprometimento da osteointegração do implantes. Em diabéticos não controlados, este processo pelo qual o implante dentária se une de forma estável com o osso pode ser prejudicada, pois a condição hiperglicêmica leva a dificuldades no processo de cicatrização e remodelação óssea.

Além disso também estão sujeitos a infecções no pós-operatório se não forem adequadamente acompanhados com uma tratamento com antibiótico de largo espectro, diminuindo a porcentagem de insucesso.

A maioria dos estudo não contraindicam de forma absoluta a colocação de implantes dentários. O prejuízo maior é a perda do implante, o que não impede que seja posteriormente realizado um novo procedimento para a instalação de um novo implante dentário.

Como esta é uma preocupação dos implantodontistas é recomendável que na primeira consulta o paciente revele a condição e tenha um controle mais rigoroso da dieta antes e depois da colocação do implante.

Conclusão

A maioria dos estudos indicam que os implantes podem ser colocados em pacientes com Diabetes Mellitus desde que a doença esteja controlada. Caso contrário , a cirurgia deve ser adiada até que a glicemia esteja em níveis normais.

Antes de iniciar a terapia com os implantes, os exames de sangue serão solicitados, a fim de avaliar a glicemia do paciente no período que antecede a cirurgia. Isso porque, quando os níveis de glicose no sangue estão aceitáveis , ou seja, a diabetes está controlada, com um planejamento adequado e direcionado para este paciente, a cirurgia poderá sim ser realizada e as chances de sucesso da terapia com implantes são muito grandes.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

Receba nossas
Novidades
Leia antecipadamente nossos artigos sobre saúde bucal.
ASSINAR
close-link
>
%d blogueiros gostam disto: